?>

Dúvidas comuns sobre cirurgia bariátrica: o pré-operatório

18/09/2018

Quando as pessoas me procuram para fazer a cirurgia bariátrica, o primeiro questionamento para elas é: “você já fez algum tratamento para a obesidade?” A disfunção caracterizada pelo excesso de gordura corporal, sendo uma doença crônica, deve também receber atenção por toda a vida, de forma multidisciplinar. Por isso, a importância de o paciente ter consciência do seu quadro clínico antes de se submeter a uma cirurgia.

 

Veja o que você deve saber e fazer antes de tomar a decisão de realizar a cirurgia bariátrica:

 

 

Consultar profissionais especializados

Muitas pessoas procuram cirurgiões para realizar a cirurgia bariátrica com a intenção de resultados rápidos. Algo como: “vou lá, me submeto à operação, emagreço e problema resolvido.” Porém, este é um grande erro. 

O tratamento contra a obesidade deve ser realizado por uma equipe de profissionais que atuam, de forma conjunta, para que se consiga alcançar resultados positivos em longo prazo.

O acompanhamento de profissionais como endocrinologista, nutricionista, psicóloga e psiquiatra, em casos específicos, é fundamental para tratar a obesidade. Em algumas situações (muitas, na realidade), apenas o tratamento multidisciplinar com esses especialistas, além da prática da atividade física, elimina a necessidade de se realizar a cirurgia bariátrica ou gastroplastia.

 

Praticar atividade física

A inclusão de, pelo menos, uma atividade física na rotina da pessoa diagnosticada com sobrepeso, com acompanhamento de profissional habilitado, de preferência, garante diversos benefícios para a qualidade de vida do paciente.

Manter o corpo regularmente ativo, seja através de um esporte, academia ou outro exercício é essencial para toda a vida. Os efeitos não serão perceptíveis apenas durante a perda de peso, mas também após esse período.

A prática da atividade física auxiliará na manutenção do peso ideal desejado, além de interferir em fatores como riscos de doenças, níveis de colesterol, produção de serotonina e outras vantagens.

 

Realizar o pré-operatório

O período pré-operatório começa a partir do momento em que a equipe de profissionais da saúde especialistas, após acompanhamento multidisciplinar, chega à conclusão de que o caminho mais indicado para tratar o quadro de obesidade de um determinado paciente é a realização da cirurgia. É neste momento que a pessoa deve procurar algum cirurgião de sua confiança.

 

Na consulta com o cirurgião, o médico:

• realiza uma entrevista inicial com o paciente, para saber quais tratamentos foram realizados até o momento da primeira consulta;

• explica quais as possíveis técnicas para realizar a cirurgia bariátrica, a fim de determinar, em conjunto, qual a mais adequada a ser empregada em cada caso, considerando os resultados esperados em longo prazo;

• dá o encaminhamento para diversas avaliações que o paciente deve passar, como exames laboratoriais que possibilitam verificar condições níveis de vitaminas, eletrólitos e funcionamento dos rins, endoscopia digestiva, ultrassom abdominal e raio-X de tórax;

• encaminha para o médico cardiologista, a fim de que este possa analisar a condição cardiologista do paciente, possibilitando ou não de realizar a cirurgia;

• encaminha para o pneumologista, no caso de o paciente apresentar apneia do sono.

 

A decisão de se submeter a uma cirurgia bariátrica, portanto, depende de uma série de fatores, que devem ser levados em conta priorizando a saúde de todo o organismo e a qualidade de vida do paciente em longo prazo.

 

Você pode ver essas e outras dúvidas sobre cirurgia bariátrica assistindo às lives que realizei no Facebook, através dos links:

 

Live #3 Quando é indicado fazer cirurgia bariátrica

 

Live #4 Cirurgia bariátrica - Dúvidas sobre preparativos até a cirurgia e o pós-operatório

 

Gostou da matéria?

Deixe o seu contato que lhe manteremos atualizado com todas as dicas e novidades