?>

O que leva um paciente a uma cirurgia bariátrica?

11/05/2020

A cirurgia bariátrica para muitos é um sonho a ser realizado. Pessoas que desejam uma vida diferente da que levam, limitadas a algumas questões relacionadas ao ganho de peso. Nestes meus anos de cirurgia ouvi histórias incríveis que dariam um belo roteiro para uma série de casos com final feliz, onde pessoas recuperaram muito mais do que supunham com a conquista do peso ideal, considerando sua historicidade.

Gosto de ouvir dos pacientes sobre a sua tomada de consciência e sobre o resgate ou descoberta de uma vida. Gente que se descreve mais feliz. Essa é a maior recompensa para esse trabalho multidisplinar, ético e muito responsável, que envolve profissionais da psicologia, nutrição, endocrinologia, educação física e o cirurgião. Observando estes relatos percebo que os 3 motivos principais que incomodam as pessoas que decidem pela cirurgia bariátrica:

Auto estima – Muitos pacientes chegam, por vezes, até deprimidos ao consultório, intimidados pela avaliação de terceiros e pela sua autoavaliação, que chega a ser mais cruel do que a de outras pessoas. Ouço histórias de carreiras que foram abandonadas ou estagnaram, relacionamentos que perderam seu brilho, afastamento de pessoas por desenvolvimento de fobia social...pessoas que se depreciam e que aprenderam a ser os engraçados dos grupos, convivendo com apelidos que magoam e destroem, ocasionados pelo peso. Você conhece algum caso assim?

Qualidade de Vida – Gente cuja saúde se encontra debilitada, com comorbidades precoces que redundam em situações graves e dificultam a relização de pequenos prazeres como brincar com filhos e netos, por falta de ar, cansaço e outros sintomas de algo não está bem. Diabete, cardiopatias, discopatias são apenas algumas destas. O ganho para o paciente operado se relaciona a aspectos como melhora do sono, aumento da expectativa de vida, alívio de dores articulares.

Libido – Homens e mulheres obesos que desejam que sua atividade sexual tenha um desempenho qualitativamente melhor, veem na cirurgia bariátrica uma alternativa. Para algumas mulheres, a questão da fertilidade pode estar associada a obesidade, que proporciona a irregularidade no ciclo e a queda na qualidade do óvulo. Para eles, por vezes, se identifica dificuldade de ereção, baixa contagem de espermatozóides, entre outras questões.

 

Texto produzido por:

Dr. Giancarlo Búrigo - Cirurgião

 

 

Gostou da matéria?

Deixe o seu contato que lhe manteremos atualizado com todas as dicas e novidades




Outras dicas do Dr.

Confira outras dicas que o Dr. Gian preparou pra você