?>

Hipertensão e diabetes: como identificar?

07/12/2018

É comum essas duas doenças aparecerem associadas. Elas são problemas crônicos, que aparecem com bastante frequência nos pacientes com mais de 50 anos. Para se ter uma ideia, quase metade das pessoas que recebem o diagnóstico de diabetes também sofre com a chamada pressão alta.

 

Habitualmente, estes dois quadros têm relação com os maus hábitos que adotamos no nosso dia a dia. A obesidade e a falta de exercícios físicos na sua rotina podem não necessariamente causar o problema, mas aumentam muito os riscos de complicações dependendo do seu histórico de vida.

 

Algumas orientações que fazem parte das consultas de rotina aqui no consultório e que podem ajudar vocês a identificarem a presença de hipertensão ou diabetes:

 

Quando estou com pressão alta?

A característica principal da hipertensão arterial, que usualmente chamamos de pressão alta, são os níveis elevados de pressão sanguínea nas artérias. Se você costuma medir a sua pressão e ela está sempre igual ou até maior do que 140x90 mmHg (ou 14 por 9), provavelmente você será considerada uma pessoa hipertensa.

 

A pressão alta faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para distribuir o sangue pelo corpo, por isso ela pode causar uma série de outras complicações como infarto ou uma insuficiência renal.


Causas da pressão alta

Em 90% dos casos você adquire a doença por herança dos pais, mas vários fatores ajudam a aumentar esses níveis. Por exemplo:

  • Ser fumante
  • Consumir bebidas alcoólicas
  • Comer bastante sal
  • Viver uma vida estressante, sem espaço para lazer
  • Não praticar atividade física
  • Ter nível alto de colesterol
  • Ser diabético

 

Como saber que sou hipertenso?

Na maioria dos casos, você pode não sentir absolutamente nada, nem sequer dor de cabeça. Quando a doença já está num nível extremo é que podem aparecer desconfortos como fraqueza, tonturas e dores no peito. Por isso, é muito importante que você verifique a sua pressão com certa regularidade desde cedo e preste atenção nos seus hábitos. Se você come muitos industrializados, curte uma lasanha com maionese toda semana e se mexe pouco durante o dia, vai estar bem mais próximo de se tornar hipertenso.

 

Diabetes é fácil de descobrir?

Não, não é. De maneira simplificada, o diabetes é uma doença metabólica que se pode identificar pelo aumento anormal de glicose, ou seja, açúcar no sangue. É uma deficiência na produção de um hormônio chamado insulina no organismo. Isso acontece, em boa parte dos pacientes, pelo excesso de gordura que sobrecarrega o pâncreas na função de produzir insulina. 

 

Normalmente, não temos nenhum tipo de sintoma. A maioria das pessoas nem sabe que tem a doença. Ela só vai se manifestar quando aparecerem vários sinais ao mesmo tempo. Por exemplo: urinar várias vezes por dia, sentir muita sede ou muita fome, estar sempre cansado e até mesmo um machucado que não cicatriza fácil.  Esses são os sintomas do diabetes tipo 2, que é o mais comum e afeta principalmente os pacientes idosos.

 

Como saber se tenho chances de ter diabetes?

Algumas situações aumentam a probabilidade da doença. Recomendo prestar atenção se você:

  • Tem histórico familiar
  • Constatou hipertensão ou colesterol maior do que o normal
  • Está com sobrepeso
  • Tem algum diagnóstico anterior de síndrome dos ovários policísticos
  • Leva um estilo de vida pouco saudável

 

Quando essas doenças vêm juntas, os riscos são consideravelmente maiores de se desenvolver uma insuficiência cardíaca, glaucoma e outras complicações. Por isso é tão importante fazer um acompanhamento médico adequado, com o seu endocrinologista em conjunto com outros profissionais da área.

 

Com a indicação dos medicamentos certos, e mudando alguns hábitos, você pode controlar todos esses sintomas e melhorar a sua qualidade de vida.

Gostou da matéria?

Deixe o seu contato que lhe manteremos atualizado com todas as dicas e novidades