?>

A Nutrição na Cirurgia Bariátrica

01/07/2019

O acompanhamento nutricional ao paciente submetido a cirurgia bariátrica, vai muito além da simples emissão do laudo.

Podemos dividir então esse acompanhamento em três períodos distintos:

 

- pré-operatório,

- pós-operatório imediato;

- educação alimentar contínua.

 

A nutrição antes da cirurgia bariátrica (pré-operatório):

O acompanhamento nutricional para o paciente bariátrico deve se iniciar desde o preparo préoperatório, quando é preciso fazer uma avaliação dos hábitos alimentares, da condição de saúde e equilíbrio metabólico desse paciente.

 

Na primeira consulta é realizada uma avaliação da composição corporal – na qual será avaliada através de peso, altura, circunferências e exame de bioimpedância.
Também é feita uma avaliação bioquímica – a partir de exames laboratoriais (de urina e sangue), uma avaliação dos hábitos alimentares e comportamento alimentar do paciente. Diante desses dados é possível ter um diagnóstico nutricional emitindo assim um parecer nutricional.


A partir dessas avaliações é possível identificar e tratar deficiências nutricionais, minimizar risco cirúrgico mediante redução de peso, planejar um programa alimentar pré-operatório visando reduzir a gordura hepática e abdominal, pois esses pacientes apresentam acúmulo de gordura visceral (presente nos órgãos abdominais, principalmente no fígado). Essa redução facilita o processo da cirurgia de vídeolaparoscopia, em geral diminui o tempo cirúrgico, reduzindo assim o risco de complicações no intra (durante) e no pós-operatório.

 

CUIDADOS

Cuidados de nutrição ideais envolvem um cronograma contínuo desde o préoperatório até o período pós-operatório. A maior ênfase na preparação pré-operatória de cirurgia metabólica é orientar o paciente sobre todo o processo que irá passar (cirúrgico, alimentação, suplementação e cuidados pós-operatórios) e otimizar o estado de saúde reduzindo assim risco de infecção, complicações e tempo de internação. Além disso, o paciente deve ser conscientizado que simples mudanças nos hábitos alimentares necessitam ser incorporadas no período pré-operatório, como mastigação correta, redução no consumo de alimentos industrializados e, principalmente, conscientização de que a cirurgia não representa o fim dos problemas, mas sim o começo da solução e que o emagrecimento é um processo que vai caminhar de mãos dadas com a equipe multidisciplinar.

 

Autora: Lara Valerim

Nutricionista da equipe multidisciplinar de Cirurgia Bariátrica e Metabólica do Dr. Giancarlo Búrigo.

 

Se interessou pelo conteúdo? Saiba mais através dos links abaixo:

A Psicologia na Cirurgia Bariátrica

 

Atividades Físicas e a Bariátrica

 

Cirurgia Metabólica, Bariátrica e Reganho de Peso - O que você deve saber

Gostou da matéria?

Deixe o seu contato que lhe manteremos atualizado com todas as dicas e novidades




Outras dicas do Dr.

Confira outras dicas que o Dr. Gian preparou pra você